FANDOM


Tio Monty Montgomery.jpg
Montgomery Montgomery
Informações biográficas
Nascimento

Desconhecido

Morte

Assassinado pelo conde Olaf em A Sala dos Répteis, que injetou nele o veneno da Mamba do Mal

Alias
Informações físicas
Gênero

Masculino

Altura

Baixo[1]

Cor do cabelo
Cor dos olhos

Pretos[1]

Cor da pele

Clara[1][3]

Relações
Membros
da família
Afiliações
Profissão
  • Herpetologista
  • Voluntário
Lealdade
.
Só Deus sabe o quanto e quantas vezes eles caçoaram de mim por causa do meu nome. 'Alô alô, Montgomery Montgomery', diziam. 'Como vai como vai, Montgomery Montgomery?'

— Tio Monty explicando como era caçoado pela Sociedade Herpetológica[fonte]

Montgomery Montgomery é o irmão da mulher do primo do falecido pai dos irmãos Violet, Klaus e Sunny Baudelaire, e seu segundo tutor. Ele apareceu pela primeira vez no segundo livro da série, A Sala dos Répteis.

Desventuras em Série Editar

Antes de A Sala dos Répteis Editar

O passado de Montgomery Montgomery não é muito claro, mas sabe-se que ele manteve uma ligação clara com C.S.C., e era um membro do lado nobre da cisão. Répteis domesticados também eram alguns dos animais utilizados pela organização. Infelizmente, o cientista não sabia o suficiente sobre o código Sebald, usado por C.S.C.

Montgomery Montgomery era um herpetologista, cientista que estuda répteis. Ele tem uma relação com a família Baudelaire, sendo o irmão da mulher do primo de Bertrand Baudelaire. Com isso, podemos concluir que ele tem pelo menos uma irmã casada com um homem.

Ele também tem uma ligação com a família Quagmire, ou pelo menos conheceu o sr. ou a sra. Quagmire, pois a sua casa tem uma passagem subterrânea com a mansão da família.[5]

Tio Monty na Sala dos Répteis.jpg

Tio Monty no filme.

A Sala dos Répteis Editar

O dr. Montgomery, ou tio Monty como prefere ser chamado, apareceu pela primeira vez no segundo livro, A Sala dos Répteis.

No início do livro, o sr. Poe levou os irmãos Baudelaire para morarem com o tio Monty, que seria o seu novo tutor. Na primeira vez que tio Monty e os irmãos Baudelaire se viram, ele ofereceu bolo caseiro de creme de coco, e os Baudelaire imediatamente simpatizaram com ele.

Monty Montgomery era um herpetologista brilhante, que recentemente havia descoberto a Víbora Incrivelmente Mortífera em uma expedição. Na sua casa, existia uma sala gigante com paredes feitas de vidro, onde todos seus répteis ficavam, a chamada Sala dos Répteis. Ele exibia, com orgulho, a sua Víbora Incrivelmente Mortífera, uma serpente totalmente inofensiva com um nome inapropriado.

Tio Monty contou que estava planejando mudar-se para o Peru, e queria levar os irmãos Baudelaire juntamente com o seu assistente herpetológico, Gustavo. No entanto, Gustavo havia mandado uma inesperada carta de demissão no dia anterior, e não iria mais. O tio Monty, então, contratou um novo assistente para ajudá-lo com os répteis, Stephano, sem saber que ele era o conde Olaf disfarçado. Conde Olaf havia matado o assistente do tio Monty afogando-o, na verdade.

Os irmãos Baudelaire reconheceram o conde Olaf em seu disfarce, e tentaram alertar tio Monty sobre isso. Eles lhe disseram que o assistente Stephano era, na verdade, um impostor, mas tio Monty entendeu errado. Como havia notado que Stephano era um péssimo herpetologista, achou que ele era um espião da Sociedade Herpetológica que estava ali para roubar a Víbora Incrivelmente Mortífera. Mesmo assim, tio Monty rasga a passagem de navio de Stephano, alegando que de maneira nenhuma ele iria para o Peru.

Tio Monty morto.jpg

Cadáver do tio Monty na Sala dos Répteis.

Certa noite, os Baudelaire, tio Monty e Stephano vão de jipe ao cinema e assistem um filme, Zumbis na Neve, dirigido por Gustav Sebald, um voluntário de C.S.C. O filme, cujo roteiro era escrito em código Sebald, tentou alertar tio Monty sobre o impostor Stephano, mas como tio Monty não tinha grande conhecimento neste código, o aviso não teve nenhuma utilidade.

Naquela mesma noite depois de chegarem do cinema, o conde Olaf pega o veneno de uma serpente, a Mamba do Mal, e o injeta no tio Monty, matando-o. Mais tarde, os irmãos Baudelaire conseguem provar para o sr. Poe que Stephano realmente era o conde Olaf e que ele tinha assassinado tio Monty. Entretanto, o conde Olaf e o seu comparsa conseguiram fugir.

Com a morte de Montgomery, sua coleção de répteis foi levada embora por Bruce e as crianças são levadas a uma outra tutora, Josephine Anwhistle.

Aparência e personalidade Editar

[...] um homem baixinho e rechonchudo de rosto bem redondo e avermelhado.

— Descrição[fonte]

O tio Monty é descrito como um homem baixo e com um rosto bem redondo e avermelhado. É possível que ele tenha alguma descendência italiana, pois chama os órfãos Baudelaire de bambini o tempo todo. No livro, ele tem o cabelo ruivo, no filme é grisalho, e no jogo para videogame ele tem cabelo preto.

Fantástico, atencioso e muito brincalhão, tio Monty acolheu os órfãos Baudelaire sob seu teto com grande prazer. Ele diz que nunca teve filhos, pois foi deixando a ideia para depois, quando viu-se velho demais para isso. Ele demonstra uma enorme vontade de agradar, sempre empolgado e contando as histórias de suas viagens pelo mundo, e também interessado em escutar as histórias dos próprios Baudelaire.

Dr. Montgomery foi um tutor excelente para os Baudelaire, mas as coisas pioraram com a chegada de Stephano. Tio Monty não acreditou nos Baudelaire quando eles o alertaram sobre o assistente impostor e persistiu em seu erro pensando que Stephano era um espião que queria roubar a Víbora Incrivelmente Mortífera. Bem no fim, acabou sendo assassinado pelo vilão a quem ele abriu a porta. Mesmo assim, pode-se dizer que os Baudelaire nunca estiveram em tão boa companhia além da dele, porque tio Monty foi o tutor que tinha ouvidos um pouco mais atentos do que a maioria dos outros adultos da série.

Tio Monty Billy Connolly.jpg

Tio Monty no filme, interpretado por Billy Connolly.

Nos cinemas Editar

No filme Desventuras em Série, Montgomery é interpretado pelo ator Billy Connolly.

Etimologia Editar

"Montgomery" é um dos mais ilustres sobrenomes anglo-escoceses. O nome foi registrado pela primeira vez na Inglaterra na segunda metade do século XI. O município de Montgomeryshire, no País de Gales, recebeu seu nome do francês antigo "mont", "monte, colina", além do nome germânico pessoal "Gumaric", que significa "homem de poder".[6]

Curiosidades Editar

  • Toda a família de Montgomery é desconhecida, exceto pela sua irmã e seu cunhado.
  • Misteriosamente, no livro, tio Monty revela que nunca teve filhos ou sequer uma esposa, pois não tinha tempo para isso e foi deixando a ideia para mais tarde. Já no filme, ele comenta que teve esposa e filhos, mas eles morreram em um incêndio.
  • Em The Beatrice Letters, em uma das cartas endereçadas a Beatrice Baudelaire, Lemony Snicket diz que irá amá-la até o momento em que M. odiar cobras, visivelmente fazendo alusão a Monty.

Aparições Editar

Wiki.png
A Desventuras em Série Wiki possui 9 imagens relacionadas a Montgomery Montgomery.

Referências Editar

Família Montgomery
Montgomery MontgomeryIrmã de Montgomery MontgomeryMarido da irmã de Montgomery Montgomery

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória