FANDOM


A Víbora Incrivelmente Mortífera

Os irmãos Baudelaire com a Víbora Incrivelmente Mortífera, um dos animais mais conhecidos de Desventuras em Série.

Esta página é uma lista de animais que apareceram ao longo de Desventuras em Série. A maioria destes bichos são criações do autor, fictícios na natureza, e mesmo os baseados em animais reais parecem ser treinados para agir de forma maneira como os animais reais não são susceptíveis de agir.

Anfíbios Editar

  • Sapo Barriga Verde

Faz parte da coleção de répteis do dr. Montgomery Montgomery. Este sapo não pode beber água em excesso, mas não se sabe o porquê.

  • Sapo Dissonante

Este sapo é capaz de imitar a fala humana com uma voz rouca e áspera, "como de cascalhos em atrito".

  • Sapo Tibetano do Terceiro Olho
Sapo tibetano do terceiro olho

Sapo Tibetano do Terceiro Olho.

Este sapo, descoberto no Tibete pelo dr. Montgomery, é verde e tem três olhos vermelhos. Ele foi visto na adaptação cinematográfica de Desventuras em Série, e fez uma aparição, também, no jogo para videogame. Tio Monty conta que ele vive "recitando mantras", e foi revelado também que esse sapo é capaz de dizer "Olá" em doze diferentes idiomas.

  • Tritão Tintureiro

Este tritão, que é uma espécie de anfíbio, solta uma tinta preta em quem tenta pegá-lo, como instinto de defesa.

  • Não identificados
    • Um sapo muito gordo, com duas asas nas costas.
    • Um sapo que se assemelha a uma igreja, sem faltar os olhos de vitral.

Aves Editar

  • Águias

O lado do provocamento de fogo de C.S.C. tem uma convocação de águias treinadas, que obedecem ao sopro de apitos. Eles são mencionados pela primeira vez (indiretamente) em O Elevador Ersatz, quando Jerome Squalor, diz para Violet, Klaus e Sunny Baudelaire:

[...] Escalamos o monte Fraught com alguns amigos — Deus, isso deve ter sido há uns vinte anos. O monte Fraught era conhecido pelos animais perigosos que viviam lá, mas a sua mãe não tinha medo. Mas então, mergulhando do céu...[1]

Em O Escorregador de Gelo, estas águias raptam Bruce e os Escoteiros da Neve em uma grande rede. Em O Fim, Kit Snicket diz aos Baudelaire que as águias atacaram a casa móvel auto-sustentável a ar quente de Hector, que caiu e destruiu também o submarino so capitão Andarré, o Queequeg.

  • Corvos

Os corvos vivem na cidade dos Cultores Solidários de Corvídeos, mas fica implícito que eles também têm sido usados por C.S.C. Os corvos têm um curioso padrão migratório na cidade: eles ficam na cidade alta no período da manhã, na cidade baixa pela tarde, e dormem na Árvore do Nunca Mais durante a noite. Em A Cidade Sinistra dos Corvos, Duncan e Isadora Quagmire usam os corvos transportar até a Árvore do Nunca Mais os dísticos de Isadora de seu esconderijo no Chafariz Corvídeo.

Os corvos são mencionados novamente em O Penúltimo Perigo. Aparentemente, eles estavam carregando o açucareiro para o Hotel Desenlace, quando Carmelita Spats atirou neles com um lançador de arpões. Eles caíram e ficaram presos ao papel pega-pássaros, que havia sido pendurado para fora da janela da sauna. O açucareiro, em seguida, caiu no lago do hotel, embora tenha sido originalmente pensado que ele tivesse caído em um tubo que conduzia à lavandaria.
Barco do pato

O pato em seu barco.

  • Pato
Ver artigo principal: Pato do Lago Lacrimoso

Um pato esteve em um barco nas águas do Lago Lacrimoso, no filme. Ele foi visto na sequência de cenas em que a casa de tia Josephine cai no lago. O patinho branco estava caminhando na borda de um compacto barco de madeira, e um fogão explodindo em chamas caiu em cima dele.

Crustáceos Editar

  • Caranguejos

Em Inferno no Colégio Interno, quando os irmãos Baudelaire veem-se obrigados a morar no Barraco dos Órfãos, descobrem que o barracão está repleto de caranguejinhos bastante ferozes, que picavam as pessoas que se aproximavam de seu território. Duncan Quagmire disse que leu em um livro e viu que os caranguejos não gostam de barulho, e logo Violet tratou de inventar chapinhas de metal para pôr nos sapatos. Assim, sempre que eles andassem, seria uma barulheira enorme, e os caranguejos ficaram afastados.

Insetos Editar

  • Grilos

Embora não seja certo que uma quantidade de grilos havia sido treinada por C.S.C., há evidências que apontam para essa conclusão. Na Autobiografia não Autorizada, um trecho de "A Mamba do Mal: Uma serpente que nunca me matará", da autoria de Tony "Mommy" Eggmonteror, dá a seguinte informação:

Mais prazerosas de se observar, contudo, são as excelentes habilidades de comunicação da serpente. Alguns espécimes da Mamba do Mal foram treinados para recitar frases específicas em código, o que os capacita a trabalhar como guardiães de sedes de operação cruciais. Quando a Mamba do Mal sibila a frase "sucessivas sanguessugas", por exemplo, está comunicando uma versão codificada da frase "inimigos por perto". A frase sibilada "foi-se e acabou-se" deve ser compreendida como "provavelmente disfarçados", e é sabido que a Mamba sibila a palavra "agonizar" como código para "cuidado com os incendiários". A outra criatura com capacidade de comunicar essas mesmas mensagens é o grilo comum de jardim.

Foi mencionado, também na Autobiografia não Autorizada que uma cobra preta, provavelmente a Mamba do Mal, foi vista se comunicando com grilos.

  • Mosquitos da neve
Ver artigo principal: Mosquitos da neve

Em O Escorregador de Gelo, os mosquitos da neve são apresentados como pequenos insetos voadores que habitam as Montanhas de Mão-Morta. A característica distintiva dos mosquitos de neve é que eles picam as pessoas por qualquer razão. Os ferrões dos mosquitos da neve contêm um veneno suave mas que pode deixar uma pessoa muito mal se ela for picada muitas vezes. Existem algumas maneiras de evitar ser picado pelos mosquitos da neve. A maneira mais fácil é criar fumaça com o fogo ou uma fogueira. Pode-se também proteger a si mesmo, cobrindo o corpo com algo. Uma máscara de esgrima impede os mosquitos de picar e ainda permite a visão normal da pessoa.

Mamíferos Editar

Carneiros da ilha

Os carneiros selvagens que habitavam a ilha.

  • Carneiros

Os carneiros selvagens d'A Ilha eram usados pelo facilitador Ishmael para transportar até o arboreto vários itens que eram encontrados na plataforma costeira. Eles foram originalmente levados para a ilha há muitos anos, mas foram deixados lá no fim de O Fim.

  • Jumentos

Jumentos eram animais que trabalhavam no Vinhedo dos Cachos Sumarentos e Capitosos. Em O Espetáculo Carnívoro, o autor dá uma breve descrição deles:

Esse vinhedo era famoso por suas uvas perfumadas, e era muito agradável fazer um piquenique enquanto a fragrância flutuava pelo ar da fazenda e os jumentos que ajudavam a carregar as uvas na colheita dormiam à sombra das árvores.
  • Leões
Ver artigo principal: Caçadores de Segredos Criminais

Os Caçadores de Segredos Criminais (Panthera leo) eram um bando de leões detetives que viviam em uma caverna localizada nas Montanhas de Mão-Morta. Os leões já foram criaturas nobres treinadas por C.S.C. para detectarem a fumaça, e sabe-se que Beatrice e Bertrand Baudelaire, assim como Josephine Anwhistle, já trabalharam na domesticação destes mamíferos. Em algum momento, lado do provocamento de incêndios de C.S.C. (incluindo o conde Olaf e seus associados) assumiu o controle dos felinos.

Apenas mencionados em O Lago das Sanguessugas e O Elevador Ersatz, os leões aparecem pela primeira vez n'O Espetáculo Carnívoro. Enquanto ficaram presos no fundo de um fosso no Parque Caligari, os leões devoraram várias pessoas, mas, em seguida, morreram quando o conde Olaf incendiou o parque, se esquecendo de recuperá-los do fosso.

  • Morcegos

Uma quantidade de morcegos foi criada e domesticada por C.S.C. para o uso em transporte de mensagens (algo um pouco semelhante aos pombos-correio), um processo conhecido como "baticeering". Os membros de C.S.C. que treinavam os morcegos eram chamados de baticeers e um desses membros era Beatrice Baudelaire, que mostrou-se uma "extraordinária baticeer" em seus 10 anos de idade. Lemony Snicket, Beatrice Baudelaire, Beatrice Snicket e a duquesa de Winnipeg expressam dúvidas sobre a capacidade dos morcegos para entregar mensagens para os correspondentes corretos. Snicket conta que os morcegos viviam em cavernas nas Montanhas de Mão-Morta.[2]

Em The Beatrice Letters, Snicket frequentemente se refere a Beatrice como a sua baticeer (que, além de uma referência à especialização de Beatrice, é um anagrama de seu próprio nome).

Embora nenhuma menção clara seja feita aos morcegos dentro da série principal, na dedicatória de Serraria Baixo-Astral pode-se ler:

Para Beatrice —
Meu amor voou como uma borboleta
Até a morte pousar como um morcego.
  • Peixes-boi

Em O Fim, uma ilhéu chamada Miranda Caliban contou para a sua filha Sexta-Feira que o pai dela havia sido comido por um peixe-boi. Essa desculpa também foi dada pelo capitão Andarré para a enteada Fiona, em A Gruta Gorgônea. Entretanto, os peixes-boi, também chamados de manatis, são animais herbívoros e, portanto, não devorariam uma pessoa. Foi confirmado que a sra. Caliban disse isso à filha para protegê-la, pois é possível que o pai tenha fugido. No caso do capitão Andarré, nada foi esclarecido, mas isso também pode ter acontecido, e a mãe de Fiona estar viva.

Peixes Editar

  • Salmões

Em A Gruta Gorgônea, foi explicado que os salmões de C.S.C. estavam em um processo conhecido como Criação Secreta de Cardumes. Neste programa, administrado pela Aquáticos Anwhistle, os salmões eram treinados para nadar corrente acima e procurar por incêndios florestais, no entanto, a frota inteira foi capturada pelo Café Salmonela e servida como comida. Talvez isso prove que os garçons do Café Salmonela eram, de fato, traidores, de acordo com uma frase citada no mesmo livro: "Garçons demais provaram ser traidores." Mesmo assim, existe também alguma evidência para sugerir que alguns salmões cresceram em oposição a C.S.C., uma vez que o capitão Andarré diz que ele e o seu submarino foram atacados por salmões enfurecidos.

Répteis Editar

  • Cobra-Lobo da Virgínia

Esta serpente faz parte da coleção do dr. Montgomery. Sabe-se que ela não pode, em hipótese alguma, chegar perto de uma máquina de escrever. Seu nome realmente não faz muito sentido, mas é uma referência à escritora Virginia Woolf.

  • Cobra de Duas Cabeças
Cobra de duas cabeças

Cobra de Duas Cabeças.

Esta serpente só apareceu no filme, e foi o primeiro réptil a ser apresentado pelo tio Monty aos irmãos Baudelaire. Ela é vermelha com listras brancas e se parece com uma naja, mas nela há uma bifurcação de modo que fique com duas cabeças. Seu gênero não é confirmado.

  • Cobra-Preguiça Húngara

Não se sabe se o tio Monty tem essa cobra em sua coleção, pois foi apenas mencionada por ele. A Cobra-Preguiça Húngara se desloca com a velocidade máxima de um centímetro e meio por hora.

  • Cobra Perversa Mongol

Esta serpente sorri cruelmente quando está prestes a comer ratos brancos.

  • Irascível Píton

A Irascível Píton é uma cobra que parece estar sempre de mau humor, e é melhor deixá-la sozinha.

  • Lagarto-Vaca do Alasca

Trata-se de um lagarto verde e alongado que produz um leite delicioso, semelhante ao da vaca.

  • Mamba do Mal
Ver artigo principal: Mamba do Mal

Esta serpente era originalmente parte da coleção do dr. Montgomery. Em A Sala dos Répteis, Stephano (conde Olaf disfarçado) injetou o veneno da Mamba do Mal no tio Monty, matando-o, e em seguida falsamente acusou a cobra de ser a responsável pela morte do tio Monty. A Mamba do Mal foi levada por Bruce e a Sociedade Herpetológica, apenas para depois ser comprada no Leilão In pelo Fã-Clube de Esmé Squalor.

  • Mastigadora da Barbária

Uma serpente que não está na coleção do tio Monty, pois é muito difícil mantê-la em cativeiro, devido ao seu hábito incomum de estar sempre precisando de algo para mastigar. Se ela não consegue algo para mastigar, começa a comer a própria boca.

  • Petúnia
Petúnia dando o recado

Petúnia dando o recado.

Ver artigo principal: Petúnia

Petúnia é o nome que o tio Monty deu para uma cobra, que apareceu somente no filme. Violet e Klaus Baudelaire a usaram para transmitir uma mensagem para o tio Monty, escrevendo em Petúnia a palavra "Impostor", querendo dizer que o novo assistente Stephano não era quem Monty pensava que era. Ela é fina, tem olhos vermelhos e listras em vermelho e branco.

  • Víbora Incrivelmente Mortífera
Ver artigo principal: Víbora Incrivelmente Mortífera

Esta serpente em particular é preta, muito grande e grossa, e foi descoberta pelo tio Monty na Tanzânia. Seu nome é uma brincadeira, pois a serpente é um dos animais menos perigosos e mais amigáveis. Sunny Baudelaire fez uma amizade muito especial com ela. A Víbora Incrivelmente Mortífera apareceu pela primeira vez em A Sala dos Répteis, e reapareceu em O Fim junto com Kit Snicket. No final do livro, ela partiu em alto-mar, com o intuito de salvar os ilhéus do fungo Mycelium Medusóide. Não se sabe se os Baudelaire tornaram a vê-la.

  • Não identificados
    • Um lagarto de duas cabeças, com brilhantes listras amarelas na barriga.
    • Um lagarto que se parece muito com uma coruja, e tem até os olhos esgazeados.
    • Uma cobra que tem três bocas, uma em cima da outra.
    • Uma outra cobra que não parece ter boca nenhuma.
    • Uma cobra cujo veneno é tão letal faz o coração da vítima parar de bater antes mesmo de ela perceber que foi mordida.
    • Uma serpente que pode abrir a boca larga o suficiente para engolir pelo menos quatro pessoas em um único bote.
    • Duas cobras que foram treinadas e sabem dirigir um carro, mas são tão irresponsáveis que "podem atropelar uma pessoa na rua sem nem ao menos parar para pedir desculpas".

Outros Editar

  • Sanguessugas
Ver artigo principal: Sanguessugas

As sanguessugas do Lago Lacrimoso são extremamente perigosas. Com seis fileiras de dentes muito afiados, nariz pontiagudo e a capacidade de sentir o cheiro de alimento a distâncias extremas, são inteligentes o suficiente para atacar peixes e até os humanos. Uma pessoa deve esperar uma hora depois de comer antes de nadar no Lago Lacrimoso, ou as sanguessugas sentem o cheiro da comida no corpo e atacam. Este trágico destino se abateu sobre Belo Anwhistle e sua esposa Josephine Anwhistle.

Referências Editar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória