FANDOM


Capitão Andarré russo.jpg
Capitão Andarré
Informações biográficas
Morte

Desconhecida

Informações físicas
Gênero

Masculino

Altura

Alto

Peso

Gordo

Relações
Membros
da família
Afiliações
Profissão
Lealdade
.
Eu jamais vacilo! Jamais! Positivo! Bem, às vezes eu vacilo! Mas tento não vacilar! Porque aquele ou aquela que vacila está perdido!

— Capitão Andarré[fonte]

Capitão Andarré foi o capitão do submarino Queequeg e o padrasto de Fernald e Fiona. Ele era um voluntário de C.S.C., seu lema pessoal é "Aquele que vacila está perdido" e ele frequentemente exclama "Positivo!".

Desventuras em Série Editar

Antes de A Gruta Gorgônea Editar

A situação familiar do capitão Andarré é complexa, uma vez que é uma família misturada. O capitão, como sabemos, foi casado com uma mulher que já tinha sido casada com outro homem antes, ou pelo menos, se não fosse casada, ela já era mãe de dois filhos, Fernald e Fiona, que ainda consideram o capitão como seu padrasto.

O que realmente aconteceu com a esposa do capitão Andarré é confuso: ele diz que sua esposa morreu em um trágico acidente com um manati, mas a sua enteada Fiona diz que está em dúvida quanto a isso[1]. E, de fato, o autor confirma em um ponto que o capitão estava errado sobre a morte de sua esposa, porque ela não havia morrido em um acidente com um peixe-boi[2]. Assim, podemos interpretar essa declaração em vários ângulos: ou o capitão Andarré simplesmente ignora a verdadeira maneira como sua esposa morreu, ou o autor está tentando dizer que ela ainda está viva, ou que ela morreu de uma forma diferente, e o capitão prefere não saber.

Fiona.png

Fiona, enteada do capitão Andarré.

Enfim, Andarré tornou-se o tutor de seu enteados. Ele trabalhou por muitos anos ao lado de Fernald, e o autor diz que os dois costumavam estudar poesias juntos[3]. Fernald traiu seu padrasto em algum ponto de sua vida, passando para o lado vilão da cisão de C.S.C. Obviamente, Fiona ainda era muito nova para se lembrar desse rompimento, e além disso, seu padrasto parecia apenas tentar fazê-la acreditar que seu irmão estava simplesmente perdido, tendo o cuidado de não revelar esse drama familiar.

Capitão Andarré é considerado um dos voluntários leais de C.S.C., e parece ser antigo o seu agrupamento na organização. Ele diz que foi o primeiro a se apresentar como voluntário para a domesticação de peixes no programa Criação Secreta de Cardumes na Aquáticos Anwhistle, e que passou quatro anos treinando salmões[4].

Fiona revela aos irmãos Baudelaire que o capitão Andarré ensinou um código com mancha de café para Olívia Caliban (madame Lulu) quando ambos eram jovens[5]. Tudo isso indica uma longa história como voluntário. Sabe-se também que o capitão Andarré também se encontrou com o conde Olaf pelo menos uma vez[6], mas é desconhecido se na época Olaf já estava do lado vilanesco da cisão ou se era simplesmente um jovem neófito.

Mãos de Gancho.jpg

Fernald, enteado do capitão Andarré.

A Gruta Gorgônea Editar

Sou o capitão Andarré. Escreve-se A-N-D-A-R-R-É. De trás para diante é É-R-R-A-D... bem, não importa. Ninguém escreve o nome de trás para diante!

— Capitão Andarré apresentando-se aos Baudelaire[fonte]

Capitão Andarré apareceu pela primeira vez em A Gruta Gorgônea. Ele é o capitão do submarino Queequeg. Andarré se importa muito com Fiona, mas se recusa a discutir quaisquer um dos segredos de C.S.C. na frente dela, acreditando que isto poderia mantê-la afastada do mal.

Foi o capitão Andarré quem salvou Violet, Klaus e Sunny Baudelaire quando estes estavam perdidos no Arroio Enamorado. O objetivo dele no livro era achar os irmãos Baudelaire e encontrar o açucareiro.

Na metade do livro, os irmãos Baudelaire e Fiona foram até a Gruta Gorgônea, mas quando voltam para o submarino, o capitão Andarré e o cozinheiro Phil misteriosamente não estavam mais lá.

Depois de A Gruta Gorgônea Editar

Depois disso, o capitão só foi mencionado novamente no décimo terceiro livro, O Fim, quando Kit Snicket conta que Fiona e Fernald se encontraram com capitão Andarré outra vez e foram perdoados, e que eles foram engolidos pel'O Grande Desconhecido, e nunca mais se soube nada sobre o capitão.

Aparência e personalidade Editar

Em pé no centro da sala havia um sujeito enorme vestido com um uniforme lustroso [...]. No centro do uniforme havia o retrato de um homem com barba, embora ele mesmo não usasse barba, apenas um bigode muito comprido e de pontas viradas, que pareciam dois parênteses.

— Descrição[fonte]

Capitão Andarré é descrito como um homem alto e meio gordo, com um bigode muito longo que se enrola em ambas as extremidades, como um par de parênteses. Sua característica mais distintiva é que ele tem uma maneira bastante peculiar de falar, sempre exclamando comentários irrelevantes e intercalando-os com a palavra "Positivo!". Ele sente uma grande necessidade de permanecer no controle, objetando quando alguém faz uma afirmação que poderia ser interpretada como uma ordem.

Etimologia Editar

Para começar, o nome Andarré, na versão original do livro, Widdershins, foi propositalmente escolhido porque significa literalmente "na direção oposta do sentido horário". E, de fato, de acordo com o conde Olaf, a família Andarré era volátil e, muitas vezes, tinha a capacidade de mudar de lado rapidamente na cisão de C.S.C.

Aparições Editar

Wiki.png
A Desventuras em Série Wiki possui 1 imagem relacionada a Capitão Andarré.

Referências Editar

Família Andarré
Capitão AndarréMãe de Fernald e FionaPai de Fernald e Fiona
FernaldFiona

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória